Arte, porque a vida por si só não deu conta dela mesma





quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Passeava pelos escombros de uma demolição. ALi estava intacta uma janela. Intacta. Passou por ela e do outro lado estava a imaginação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário