Arte, porque a vida por si só não deu conta dela mesma





quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Texto idiota escrito por um otário

Mamãe - Era uma vez uma história de amor entre uma idiota e um otário...


Joazinho - e eles viveram felizes para sempre, mamãe?

Mamãe - Claro que não!!! Você já me viu sorrindo alguma vez por acaso???

Joaozinho - mas você não é idiota mamãe...

Mamãe - É. Você tem toda razão, meu filho, mas seu pai é um otário.

Joãozinho - eu não acho, mamãe!

Mamãe - é que você não conhece seu pai...

Joãozinho - conheço sim.


Mamãe - Joãzinho, o meu olho é azul?

Joaozinho- não, mamãe.

Mamae - o olho do seu pai que você conhece é azul?

Joãozinho - também não, mamãe.

Mamãe - Então...

Joãozinho - não entendi, mamãe.

Mamãe - puta que pariu! Mas é bem filho de idiota com otário mesmo!!!

Joaozinho - mas mamãe...

Mamãe - E pára de me chamar de mamãe que se não eu te largo no meio da estrada!!!!!!!

Joazinho - é, mamae, você tinha razão. Você é mesmo uma idiota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário